Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

I Met God she’s Green

Um blog de Joana Seixas e Brandão, sobre tudo o que podemos fazer para tornar as nossas vidas mais sustentáveis e mais felizes!

I Met God she’s Green

Vai acontecer... Junho

30.05.19 | Joana

Vai Acontecer...

É a nossa rubrica de sugestões positivas e inspiradoras para fazer em cada mês. 

JUNHO

 

Feiras&Mercados

Feira do Livro 

193A9B8F-2887-4734-843D-6D54F7B3AB4D.jpeg

Mais Sustentável e mais Acessível

  A 89ª Feira do Livro de Lisboa está mais sustentável do que nunca. Na edição deste ano, foram adotadas práticas sustentáveis para o planeta ao disponibilizar de sacos de papel reutilizáveis. A The Navigator Company, um dos parceiros para a sustentabilidade da Feira do Livro de Lisboa, vai distribuir 60 mil sacos de papel promovendo-os como um suporte natural, renovável, reciclável e biodegradável.

  Mas Feira do Livro de Lisboa está também mais acessível do que nunca para quem tem acessibilidade reduzida. As cadeiras de rodas e andarilhos, cedidos pela Santa Casa da Misericórdia, estarão ao dispor de quem necessitar no pavilhão de informações da APEL. Quem optar por um transporte amigo do ambiente, terá um parque extra para estacionar as bicicletas.

Summer Market

51525776-3E77-4DDB-B972-3EA7552B9AAD.jpeg

A coleção da Joana “Sustentável Leveza de Vestir” vai estar no Summer Market, não percam! 

Ar Livre

Festival Wildy 

368DF3A3-CF5E-4122-923E-DAE3079095BF.jpeg

Quinta do Arneiro

91E9AE6F-B48D-42CF-A6F2-1C1480A3A4F8.jpeg

 

Workshops&Palstestras

 

Corações com Coroa - Rua da Junqueira n°295-297 1300-338 Lisboa

B7038CFE-37EF-4CAC-8C48-AC20611AF6D0.jpeg

 

Organii na Lx Factory 

3512E825-1C60-4593-9EA7-5B9B7BD5CE16.jpeg

E9D5CF80-90F8-49CF-9F90-B3403D6F80F1.jpeg

7FC7E959-4953-4459-93F7-A0996F5E24F7.jpeg

6A12EF56-9FDC-47CC-A856-23563D893661.jpeg

Instituto Macrobiótico

3AA25B8A-30DE-4A64-BE64-5B742E7F6865.jpeg

FD50289B-EA8E-47CE-9AD9-C85F5CB5FDB7.jpeg

Espiral

Aula de Yoga especial Dia da Criança 

14202C4C-8705-410E-8DDA-E06E0027E6E9.jpeg

 

Teatro

A História da Carochinha

Fábrica do Braço de Prata

54507A0A-E92A-41AB-9FBD-5F87FD94B71E.jpeg

Dia 1 de Junho às 14h e às 18h 

Por entre várias peripécias muito divertidas, a história tradicional da Carochinha e do João Ratão é contada às crianças através do teatro. Vamos ajudar a Carochinha a encontrar um par, a descobrir as qualidades de cada pretendente. Timidez, gabarolice, valentia, curiosidade, teimosia são características que nos marcam e que fazem do mundo um universo cheio de diversidade. Com o susto da Carochinha aprendemos a valorizar as diferenças e a aceitar o outro. E no fim temos casamento!

A partir dos 2 anos

Duração: 45 minutos

Reservas: reservas@cativar.com

 

Companhia da Esquina no Teatro Villaret

2E5FEB2E-AC14-4C93-B1C9-606D3E1AFB19.jpeg


José, o Menino do Suspiro

Encenação de Jorge Gomes Ribeiro

TEATRO VILLARET

DIA MUNDIAL DA CRIANÇA

1 de Junho às 16h 
 
Um rapaz chamado José, um capitão do exército das formigas (Vitor), uma formiga brasileira (Cláudio), uma formiga francesa (Jean-Philippe), e um bicho-de-conta (Kelvin), vão tentar mudar a rotina diária de trabalho das pessoas da cidade da Alegria, que passam o dia macambúzias e sonolentas e já se esqueceram do quanto é importante divertir-se com os amigos e a família.
José, o menino do suspiro é um musical intemporal, com estreia em Portugal, que promete surpreender todos os espectadores que se juntarem a esta aventura. Este espectáculo procura transmitir a ideia de que é possível realizar os nossos sonhos. É também uma homenagem a todos os avós portugueses. Com músicas originais e um elenco divertido irá criar memórias felizes a quem se atrever a sonhar.

 

 

História Ilustrada do Teatro Português

Sala Estúdio - Teatro Nacional D.Maria II

F1C88A03-3142-469A-A532-279952161C9B.jpeg

Texto: João Telmo 

Direção: Martim Pedroso

 

6 a 23 de Junho

4af  e Sáb. às 19h30

5af e 6af  às 21h30

Dom. às 16h30 

M/12

História Ilustrada do Teatro Português é: um docudrama tragicómico sobre uma pressuposta História do Teatro em Portugal e em língua portuguesa; uma espécie de compêndio, apoiado em alguns dramaturgos e encenadores que foram traçando um percurso na evolução do teatro em Portugal; e, sobretudo, uma aula ou conferência bem montada, com alguns erros históricos, cheia de bombons estratégicos para entreter e, quem sabe, instruir os seus alunos-espectadores.

 

Purgatório - Divina Comédia

D410AAE2-773A-4F42-B9FE-47C36DFCDA20.jpeg

Teatro O Bando - Fórum Municipal Luísa Todi, Setúbal 

6 a 9 de Junho 

5af a Sáb. às 21h30 e Dom. às 17h

Muitas pessoas todas juntas. O que somos? Somos sombras. E porque é da luz que vem a nossa aparência, sombras nos chamamos. E assim, juntos aqui nos rimos e falamos e formamos os prantos e os suspiros que podem por toda a terra ser ouvidos. Assim, juntos caminhamos em direcção à luz desse sol que nos encadeia e que nos transforma em pássaros solitários, numa vazia migração, sem mestres e sem memória. Até que, sozinhos, possamos conhecer quem sempre guiou os nossos passos, até que possamos caminhar em direcção a essa felicidade cega, surda e muda, a que gostamos de chamar Paraíso.

Dois anos após ter levado a cena INFERNO, o Teatro O Bando apresenta PURGATÓRIO, a segunda estação da grande obra A Divina Comédia de Dante Alighieri, dirigida por João Brites. PURGATÓRIO é um espectáculo desenvolvido numa co-produção com o Coro Setúbal Voz, o Fórum Municipal Luísa Todi / Câmara Municipal de Setúbal e o Teatro Nacional D. Maria II, e conta com a presença em cena de Fernando Luís, Nélson Monforte, Rita Brito, Sara Belo e quarenta coralistas de Setúbal.

 

Cinema 

Woodstock (1970)

012A9800-D1E6-4BDF-8E4E-8076B8E237FC.jpeg

CCB - Grande Auditório 

2 de Junho às 16h00

Com Richie Havens, Joan Baez, Joe Cocker, The Who, Santana, Sly and the Family Stone, Jimi Hendrix


«Poucos documentários capturaram um tempo e um lugar de forma tão completa e precisa.»
Roger Ebert

Três dias no verão de 1969, em plena guerra do Vietname. Uma quinta em Bethel, a norte de Nova Iorque. Quatrocentas mil pessoas. Inesperadamente, o que era suposto ser apenas mais um concerto de rock, tornou-se um marco na história política, cultural e social dos Estados Unidos.
O que mais impressiona neste filme é a capacidade de Michael Wadleigh transportar o espectador para dentro do recinto e transmitir-lhe a sensação do que foi realmente ali estar. Wadleigh não se coíbe de mostrar, além das atuações e dinâmicas em torno do palco, as reações e interações dos músicos e do público, dezenas de pequenos episódios e situações que foram sendo testemunhadas em Bethel e que demonstravam bem o espírito do Woodstock: a paz, o amor, as drogas, o sexo, a liberdade.
Estreado logo em 1970, numa versão de 185 minutos, Woodstock foi amplamente elogiado pela crítica e pelo público, tendo recebido o Óscar de Melhor Documentário, além da nomeação para Melhor Montagem e Melhor Som (algo inédito para um documentário). Em 1996, foi considerado um «filme de grande relevância cultural, histórica e estética» e, por isso, digno de arquivo, restauro e preservação pela Biblioteca do Congresso dos Estados Unidos, a mais importante instituição de arquivo norte-americana.

Dia 2 de junho, no Grande Auditório do CCB, será exibida numa cópia digital restaurada, o director’s cut, de três horas e meia, de Woodstock – 3 Dias de Paz, Música e Amor.

 

Exposições 

Plantas de Macau e do Oriente

Fundação Oriente Museu

FFD54CC3-7160-4FB5-A847-50770830AD8C.jpeg

 

Inauguração | 30 Maio | 18.30 

Até 25 de Agosto

Um conjunto de 42 ilustrações científicas resultantes de um trabalho iniciado em 2013, no âmbito de uma bolsa de curta duração atribuída pela Fundação Oriente, que nos levam até aos jardins e árvores de Macau e das ilhas Taipa e Coloane.

Desse trabalho inicial resultaram os primeiros esboços e, posteriormente, as ilustrações científicas das espécies da flora local apresentadas nesta exposição.

Todas as ilustrações são aguarelas e foram realizadas pelas ilustradoras Catarina França e Mafalda Paiva, transportando-nos por uma viagem de cores que reflectem a perfeição e a riqueza da flora desta região do mundo.

 

Música

BF3BE002-3483-49FE-B816-978EE7E4EC6E.jpegVitorino Coragem 

ANA BRANDÃO & JOÃO PAULO

"SONETOS PARA ANA E ACORDEÃO ESTEVES DA SILVA"
Shakespeare traduzido por Maria do Céu Saraiva Jorge, musicado, cantado, recitado e tocado. Tudo acrescentado de momentos musicais vários e algumas cenas teatrais microscópicas.
Uma viagem feita na companhia de uma voz e de um acordeão que nos contam as nossas memórias numa canção de embalar, as nossas dores num fado pouco castiço e os nossos sorrisos numa melodia traquina.
Para ouvir, ver e deixar-se ir.

Dia 7 de Junho às 23h na Fábrica do Braço de Prata 

Dia 8 de Junho às 21h30 no Fórum Romeu Correia em Almada

 

 

3 comentários

Comentar post