Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

I Met God she’s Green

Um blog de Joana Seixas e Brandão, sobre tudo o que podemos fazer para tornar as nossas vidas mais sustentáveis e mais felizes!

I Met God she’s Green

Sapatos com Lixo do Mar

20.05.19 | Madalena

Pessoas que nos inspiram...

Zouri-0336.jpg

A Adriana descreve-se como Arte-Activista, Eco-Designer e Amante da Natureza. Acredita nos negócios como uma força para o bem. É especialista em Marketing e apaixonada por inovação, sustentabilidade e tecnologia. 

Todos os anos , mais de 22 milhões de toneladas de plástico acabam no mar, e a Adriana conseguiu reunir um grupo de 600 voluntários de instituições locais, ONG's e escolas para a ajudar a limpar a nossa costa.
 
Este ano, já conseguiram retirar uma tonelada de plástico das praias portuguesas e é com esse plástico que se fazem os sapatos da Zouri, o seu mais recente projecto.
 
O projecto é incrível e os sapatos, para além de sustentáveis, são lindos, por isso fiz questão de a conhecer e de saber tudo sobre as suas motivações para embarcar nesta aventura.
 
Adorei-a e, claro, só podia estar uma mulher forte, empreendedora e inspiradora por detrás desta ideia.
 
Vamos conhecê-la melhor...

 

De onde surgiu esta ideia para criar a Zouri?

A Zouri nasceu do sonho de querer retirar lixo plástico do oceano e incluí-lo numa linha de calçado eco-vegan. 

A nossa grande paixão pelo oceano e pelos valores de preservação da natureza foram as maiores motivações.
No fundo a ZOURI é:
- Um manifesto à preservação dos oceanos.
- Um movimento pela redução dos plásticos no nosso dia-a-dia.
- Uma eco-inovação com a utilização de resíduos plásticos na produção de calçado.
- Um agente ativo da economia circular.
- Um parceiro de organizações públicas e não-governamentais na reutilização e reciclagem dos plásticos recolhidos nas praias para criação de produtos de valor acrescentado.
- Uma marca de calçado vegan e ético que visa a integração de lixo plástico marinho combinado com materiais orgânicos inovadores.

5.png

Como conseguiste passar da ideia à concretização da mesma? Criar sapatos não é propriamente uma coisa que toda a gente saiba como fazer.

É a minha área desde há 4 anos, trabalho como coordenadora de desenvolvimento e marketing numa empresa de calçado de grande dimensão em Guimarães. Na criação eramos dois sócios, agora estou sozinha, e começámos a desenhar e desenvover que é o que melhor sabemos fazer. Tivemos o apoio da Universidade do Minho e de outros parceiros da área do calçado, nomeadamente o nosso parceiro nas solas que desenvolveu connosco a sola ZOURI.

 

E financeiramente, conseguiste algum apoio para avançar com o projecto?

Infelizmente até agora não, mas estamos a tentar tudo por tudo, seria óptimo para alavancar o projecto.
Era excelente se os produtos sustentáveis tivessem um IVA menor para incentivar as pessoas a comprar e apoiar o seu crescimento e multiplicação.
 

Já estavas de alguma forma ligada à área da sustentabilidade?

Tenho essa paixão desde sempre e no processo de criação tenho sempre esse pilar como central. Sou também uma apaixonada e interessada por materiais inovadores, tecnologias verdes, a tecnologia e a inovação podem fazer toda a diferença em termos de sustentabilidade.

Zouri-0262.jpg

Quais são os próximos sonhos? Tens outros projectos em mente?

A Zouri foi criada com o objectivo de desenvolver um negócio sustentável completamente circular com foco na sensibilização e na motivação para a mudança de hábitos e processos que prejudicam a natureza, seja em termos industriais, quer em termos individuais no dia-a-dia de cada pessoa.
Queremos criar uma sistema integrado que envolve empresas, designers, escolas, autarquias e ONGs. O projecto é acima de tudo um movimento pela defesa dos Oceanos e da Natureza. Ainda estamos no início do caminho mas acreditamos muito que vamos conseguir.
Estamos a preparar alguns projectos cápsula em colaboração com outros designers, mas para já não podemos desvendar. 

Zouri-0141.jpg

O que fazes, tentas ou gostavas de fazer mais para contribuir para um mundo cada vez mais sustentável?

No meu dia-a-dia tento viver zero waste e comprar só o que é local. Também a Zouri é essa mesma tentativa de contribuição para um mundo mais sustentável.

 

Sem limites à imaginação, como seria o teu mundo ideal no futuro?

Um mundo sem fronteiras, sem ganância com todos em cooperação e paz alinhados com a natureza e com os animais.
 

Economia versus ecologia, o que tens a dizer sobre isto? Será que estes dois conceitos têm de ser rivais ou será que poderiam unir forças para formar uma equipa imbatível?

Podem ser amigos se a economia for justa e ética. Sem desigualdade, nem exploração.
Queremos demonstrar isso mesmo que é possivel, mas é claro que não será barato nem fácil, porém será a verdade do valor das coisas em harmonia com cada um receber o justo pelo seu trabalho e pelos materiais que são também de comércio justo. Numa economia positiva todos seremos felizes e todos teremos oportunidade de fazer o melhor.

zouri-0456.jpg

Conheçam a ZOURI, aqui.

 

Para estarem sempre a par das nossas novidades, não se esqueçam de subscrever a nossa Newsletter.

1 comentário

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.