Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

I Met God she’s Green

Um blog de Joana Seixas e Brandão, sobre tudo o que podemos fazer para tornar as nossas vidas mais sustentáveis e mais felizes!

I Met God she’s Green

O princípio do fim das embalagens plásticas descartáveis

11.04.19 | Joana

Notícias Positivas

B5C1BF8A-B1A4-4E53-93E6-EAE32531587D.jpeg

 

Esta foi uma excelente notícia para fechar a semana passada e podermos fazer o lançamento o nosso blog com uma perspectiva muito mais positiva de futuro.

Naquela que tem sido a minha luta diária de há vários anos para evitar trazer plástico desnecessário para casa, saber que está perto do fim o uso de tanto plástico desnecessário, é claramente uma notícia muito animadora. É que este plástico para além de ter uma vida útil demasiado curta também é de difícil reciclagem o que faz com que a grande maioria, mesmo quando segue para os centros de reciclagem é descartado para o aterro. Apesar de saber que ainda há muito trabalho para fazer, principalmente no abrir de muitas mentalidades, apostar na educação e na formação de uma geração mais consciente e com um propósito de vida mais estruturado, saber que os nossos legisladores estão a colaborar é muito bom. 

Assim o Parlamento aprovou o projecto de lei de “Os Verdes” para proibir sacos de plástico ultraleves e cuvetes de esferovite no comércio de pão, fruta e legumes, a partir de Junho de 2020.

Até lá o projecto de lei determina a necessidade de criar alternativas aos sacos de plástico ultraleves e de cuvetes em plástico nos pontos de venda de pão, frutas e legumes.

Os principais alvos são os sacos de plástico ultraleves e os sacos de plástico com espessura inferior a 15 mícron, disponibilizados como embalagem primária para pão, frutas e legumes a granel” e as “cuvetes - embalagem ou recipiente descartável, geralmente envolvido em plástico ou em poliestireno expandido (esferovite), destinado a agrupar ou acondicionar pão, frutas e legumes”.

Existem já várias soluções para criar embalagens mais sustentáveis mas acho que a principal mudança deverá ser na forma como compramos os produtos e de não trazermos mais desperdício para casa. Voltar aos tempos das compras a granel e de levar a cesta para a trazermos cheia de frutas e legumes para casa é um caminho que gosto muito. Neste Post faço já uma primeira proposta de alternativa, mas vou fazer várias ao longo das próximas semanas para tornar as nossas compras cada vez mais próximas do desperdício zero.

8EE2D4FC-E255-487A-A53B-D0F16C359C6E.jpeg

                                                                                                                                                                    Fotos do pinterest 

 

 



 
 

 
 
 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.